SATANISMO – O BEM E O MAL É UMA QUESTÃO DE VISÃO – (TEXTO DE SAMIRA FERREIRA)

Dentro do contexto do Satanismo Espiritual, Pai Satan tem me mostrado como que conceitos de bem e mal são extremamente relativos e como que o discurso de extrema bondade e compaixão defendido pelas religiões de direita são perniciosos e falaciosos.

Vou citar um exemplo, na natureza existem as presas e os predadores e essas criaturas, acima de qualquer conceito, precisam seguir os ditames de sua própria natureza, o leão por exemplo, é de natureza carnívora e pela sua subsistência e auto preservação precisa caçar e se alimentar da carne de sua presa, a gazela quando corre do leão, é porque ela também defende sua auto preservação e não quer ser a presa dele, mas a natureza a fez assim, para ser a presa e por mais que isso parece cruel, a lei dos fenômenos da natureza está acima de qualquer conceito de bem e mal. Para o leão, alcançar, matar e comer a gazela é um bem, já para a gazela é um mal.

Quando uma pessoa faz um ato de bondade para alguém, muitas vezes esse ato de bondade pode se virar contra ela, ou seja, ela está agasalhando cobra para depois levar uma picada venenosa. Um caso desse tipo, aconteceu quando uma garota européia, foi ajudar uns haitianos na terra deles, para depois ser retribuída com um estupro coletivo contra ela, ou seja, ela se importou com o próximo, em detrimento de sua segurança e honra.

Bondade tem limite e bom senso sim, para exercer verdadeiramente um ato de bondade, deve-se ter sabedoria  e nunca cometer a estupidez, de pensar no próximo em detrimento de nós mesmos ou das pessoas mais próximas de nós, como nossos familiares, por exemplo, quem acolheria uma pessoa abandonada na rua, colocando-a dentro de seu lar, sem saber se ela representa um perigo para você e sua família? Antes de pensar no próximo, devemos cuidar primeiro da pessoa mais importante para nós, que anda com a gente 24 horas por dia, esse alguém é nós mesmos, se não temos capacidade de fazer o bem a nós mesmos, não teremos capacidade para ajudar ninguém. Isso que as pessoas chamam de egoísmo, de pensarmos somente em nós mesmos, eu chamo de auto amor, é claro que esse auto amor de maneira excessiva não é bom, pois passamos a agir, como se fossemos o centro do universo, tem de haver um controle. Auto amor, para amar com sabedoria nosso próximo, que é uma extensão de nós mesmos.

Compaixão, é um sentimento ultrajante que não tem nada a ver com empatia que é se colocar no lugar do próximo, compaixão é sentir e mesma dor do próximo, sentimento de pesar, o que seria mais um sofrendo um sofrimento que não pertence a ele e isso não ajudaria em nada o outro.

O dever de um verdadeiro Satanista Espiritual é ajudar o próximo de maneira sábia, tendo empatia é claro e mostrando para o seu próximo, que ele tem seu valor e um grande poder oculto dentro dele que precisa ser revelado e desperto, já os perversos e ingratos, precisam para o bem deles de corretivo, de aprenderem com a dor, para saberem respeitar seu próximo.

Texto Samira Ferreira amiga e colaboradora do Site Profeta de Satan

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s